Um verbo defeituoso

Uma pessoa até se atrapalha

 

 

      Os jornalistas, toda a gente sabe, são uns grandes melgas, e as pessoas até se atrapalham a falar, como aconteceu ontem com o procurador-geral da República: «Já disse aquilo que tinha a dizer. Vamos aguardar o que é que vai acontecer. Sempre que houver... É preciso esclarecer uma coisa: o Ministério Público, o procurador-geral não faz censuras políticas nem patrociona julgamentos políticos. Os julgamentos políticos acabaram com o 25 de Abril. Agora, se se apurar ilícito criminal, não vale a pena estar com muita pressa, se se apurar ilícito criminal, o Ministério Público actuará; se não se apurar, não actua. É tão fácil.»

 

[Texto 1588]

Helder Guégués às 08:15 | favorito
Etiquetas: