Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

O uso patológico das aspas

Nunca sabemos

 

 

      «Além dos tradicionais dois beijinhos, a princesa das Astúrias brindou a primeira dama [sic] com uma “festinha” no ombro pouco habitual de se ver nestas ocasiões» («Adeus com “gratidão” ao povo português», Lina Santos, Diário de Notícias, 2.06.2012, p. 45).

      Vamos lá ver, cara Lina Santos: a primeira-dama (então agora deixaram de usar o hífen nesta palavra?) recebeu ou não um afago, uma carícia no ombro prodigalizado pela princesa das Astúrias? Estou em pulgas para saber, mas as aspas deixam-me na dúvida.

 

[Texto 1633]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.