Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Em linha» por «online»

Desalinhado

 

 

      «O Governo italiano vai endereçar uma carta à Comissão Europeia na qual pedirá que o IVA para a edição de livros e diários em linha, atualmente de 21%, seja equiparada [sic] à taxa reduzida em vigor para os livros, diários e periódicos em papel, que é de 4%. A proposta deverá ser endereçada à Comissão na primeira quinzena de junho» («Baixar a taxa de edições em linha», J.-M. Nobre-Correia, Diário de Notícias, 2.06.2012, p. 43).

      Ainda se vê pouco, mas alguns corajosos — em cujo número, não sei porquê, não contava J.-M. Nobre-Correia — usam a locução em linha em vez da omnipresente online. Obrigado.

 

[Texto 1634]

1 comentário

Comentar post