Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Regência de «ódio»

Mas no dia-a-dia...

 

 

      E então o nosso pequeno herói ameaça matar um criado, «tal é o meu ódio por esse homem». Mas a regência nominal mais habitual não é essa: dizemos ódio a ou ódio contra. «Em que sentido se há-de ter ódios aos Reis» (Sermões, P. António Vieira). «Do seu ódio contra os dignitários da Igreja há provas irrecusáveis, mais evidentes do que do ódio contra a nobreza» (Opúsculos, Alexandre Herculano).

 

[Texto 1679]

74 comentários

Comentar post

Pág. 1/6