Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Czar, tzar, tçar

Esquecidas

 

 

      «Por todos os lados, na tolda do imenso barco, a confusão e o movimento são intensos: há centenas de soldados russos que voltam da ilha de Creta (em cuja baía a esquadra do tzar permanece, pronta, dizem, para intervir no conflito turco-grego), e tantos ou mais peregrinos, da mesma nacionalidade, que regressam de Jerusalém» (Novelas Eróticas, M. Teixeira-Gomes. Lisboa: Portugália Editora, s/d [mas de 1961], 2.ª ed., pp. 165-66).

      A fiável Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira regista o que provavelmente nenhum dicionário regista: «Tçar, s. m. Título do antigo Imperador da Rússia; o mesmo e melhor que tzar e czar, mas menos usado.» Rebelo Gonçalves, no seu Vocabulário da Língua Portuguesa, regista somente «czar», mas com a ressalva de que é a «forma consagrada pelo uso: a correcta seria tçar». Em francês, recorde-se, é tsar ou tzar, e em castelhano e em italiano zar (Zar em alemão).

 

 [Texto 1737]

2 comentários

Comentar post