«Incontinente/incontinenti»

Moderação

 

 

      «O pai notou a impressão, voltando-se incontinente a ver quem a provocara, e calculando que fosse eu teve um movimento de viva contrariedade» (Novelas Eróticas, M. Teixeira-Gomes. Lisboa: Portugália Editora, s/d [mas de 1961], 2.ª ed., p. 129).

      São poucos os dicionários, vocabulários e prontuários que registam o advérbio incontinenti: imediatamente, sem demora, sem perda de tempo, no mesmo instante. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, por exemplo, só regista «incontinente»: que não tem continência; descomedido; imoderado.

 

 [Texto 1767]

Helder Guégués às 12:01 | favorito
Etiquetas: