«Garantiu-o informador»

Pelo menos ambíguo

 

 

      «Em 1998 foi testemunha de defesa de Maurice Papon, o funcionário de Vichy e depois prefeito de Paris, condenado por crimes contra a humanidade. [Robert de] La Rochefoucauld garantiu-o informador da Resistência e até lhe deu o passaporte com que Papon fugiu durante o processo... dois dias» («O conde que se tornou uma lenda na luta contra os nazis», Diário de Notícias, 12.07.2012, p. 43).

 

 [Texto 1812]

Helder Guégués às 09:39 | comentar | favorito
Etiquetas: