«Primeiro Mundo»

Pela mesma razão

 

 

      «É mais do que simples coincidência. A doença de Alzheimer é hoje uma espécie de “epidemia” do primeiro mundo, para a qual contribui o envelhecimento da população nas nações ricas. Em média, mais de 5% das pessoas com mais de 60 anos do mundo industrializado sofrem de demência, dois terços das quais por Alzheimer, e a prevalência da doença quase duplica acima dos 65 anos – acima dos 90 anos ultrapassa mesmo os 25%» («Cientistas caracterizam evolução da Alzheimer», Filomena Naves, Diário de Notícias, 12.07.2012, p. 30).

      Deverá escrever-se Primeiro Mundo, com maiúsculas, exactamente pela mesma razão que se escreve Terceiro Mundo.

 

 [Texto 1816]

Helder Guégués às 12:27 | favorito
Etiquetas: