Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Gozam direito»

Interessa saber

 

 

      «O professor da Faculdade de Direito de Lisboa Ivo Miguel Barroso defende que a AR deve aprovar uma norma que desvincule o Estado português do Acordo Ortográfico em vigor. Numa queixa que entrega esta semana na Provedoria de Justiça, Barroso argumenta que os cidadãos “gozam direito de resistência” ao Acordo» («“Resistência ao Acordo Ortográfico», Diário de Notícias, 17.07.2012, p. 22).

      «Gozam direito». Esta regência está correcta?

     Escreveu outro homem do Direito: «Portanto na nossa organisação social as propostas emanadas de qualquer dos ramos do poder legislativo devem ser necessariamente admittidas a discussão naquelle dos outros ramos aonde forem dirigidas: ou, o que val o mesmo, cada um delles goza do direito da iniciativa» (Projectos de Ordenações para o Reino de Portugal, Silvestre Pinheiro-Ferreira. Paris: na Oficina Typographica de Casimir, 1831, p. 485).

 

 [Texto 1846] 

2 comentários

Comentar post