Agora escrevem «teem»

E não é a primeira vez que vejo

 

 

      «Os técnicos da Deco analisaram os componentes e concluíram que teem melatonina e valeriana» («Proibida venda de ‘Angelicalm’ como suplemento alimentar», Céu Neves, Diário de Notícias, 25.07.2012, p. 14).

      Querem estar tão, mas tão adiantados — que dão quase a volta completa e ficam então atrasados. Já se escreveu dessa forma, sim, mas com o Acordo Ortográfico de 1990 escreve-se têm. Há-de ser confusão com a abolição do acento circunflexo nas formas verbais paroxítonas que contêm um e tónico oral fechado em hiato com a terminação -em da 3.ª pessoa do plural do presente do indicativo ou do conjuntivo, conforme os casos: creem, deem (conj.), descreem, desdeem (conj.), leem, preveem, redeem (conj.), releem, reveem, tresleem, veem. Como costuma comentar Montexto, é a confusão do que é aproximado.

 

 [Texto 1870]

Helder Guégués às 23:51 | comentar | favorito
Etiquetas: