Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Bomba de extracção de água/motobomba»

Mas entretanto

 

 

      «O monóxido de carbono é um gás altamente letal e pode ter sido libertado por uma bomba de extração de água, que, soube o JN junto de fonte próxima das equipas de socorro, existe no poço. O qual, sublinhe-se, tapado com uma placa de betão, com uma pequena abertura onde cabe um homem e, também ela, com tampa de ferro, o que dificulta a ventilação. Aquele gás é um veneno silencioso, não detetável pelos sentidos. Uma vez inalado, entra na corrente sanguínea, chega às células e inativa os órgãos.» («Autópsias confirmam morte por intoxicação», Eduardo Pinto e Margarida Luzio, Jornal de Notícias, 12.09.2012, p. 30).

      Cá está: neste jornal, não se fala em motobomba, mas em bomba de extracção de água. Entretanto, ainda não veio nenhum entendido esclarecer-nos sobre o funcionamento de uma motobomba, de que falei aqui.

 

[Texto 2087]

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Helder Guégués 12.09.2012 15:47

    Então podemos concluir, provisoriamente, que a definição daquele dicionário está errada, e não somente em relação a esse aspecto do combustível, mas também aos fins. Repare que na descrição da motobomba Kubota se afirma que se destina à agricultura e à elevação de água.
  • Imagem de perfil

    Rui Oliveira 12.09.2012 16:11

    Exactamente.
  • Comentar:

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.