«Dia a dia», segundo o AOLP90

Era só reler

 

 

      «Carregado de simbolismo, a verdade é que o traje usado pelos padres se torna pouco prático no dia-a-dia. Talvez os 33 botões verticais, em representação da idade de Cristo, ou os cinco em cada punho sejam desencorajadores até dos [sic] mais ligados à iconografia do clero. Para o padre Feytor Pinto, a questão da batina “é completamente secundária”. O seu uso, diz, “justifica-se em algumas situações específicas. No dia a dia não”» («O hábito faz o monge? Padres dizem que não», André Rito, Diário de Notícias, 21.10.2012, p. 15).

      No mesmíssimo parágrafo, ora com hífenes ora sem hífenes. Não há desculpa para semelhante desconformidade.

 

[Texto 2231] 

Helder Guégués às 09:25 | comentar | favorito
Etiquetas: