Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Homicídio por negligência»

Negligência, sim

 

 

      «O processo aos cientistas acusados de homicídio na sequência do terramoto ocorrido em 2009 na cidade de Áquila, em Itália, que matou 309 pessoas, conheceu ontem o veredicto. Os seis cientistas italianos e um ex-oficial do Governo foram acusados de “negligência e imprudência” por não terem fornecido com exatidão dados sobre o terramoto, de 6,3 de magnitude, que provocou a morte de várias pessoas. O tribunal regional onde estavam a ser julgados condenou-os a seis anos de prisão por “homicídio por imprudência”, avançou a AFP. Em protesto, o advogado de um dos acusados, Alfredo Biondi, disse que “não se pode julgar a ciência”» («Cientistas condenados por terramoto», Diário de Notícias, 23.10.2012, p. 27).

      A imprensa italiana fala em omicidio colposo (na verdade, omicidio colposo plurimo e lesioni colpose), que se poderá traduzir por homicídio por negligência. Hoje de manhã, no Bom Dia Portugal, o jornalista João Tomé de Carvalho foi nestes termos que se exprimiu. E será mesmo um «ex-oficial do Governo», como também este jornalista disse, ou «responsável governamental»?

 

[Texto 2241]

1 comentário

Comentar post