Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Regras da competitividade»!

Não tem limite

 

 

      «Este negócio surgiu com o objetivo de liderar no mercado e fazer frente a Amazon, Google e Apple, que nos últimos anos têm conquistado o mercado editorial, principalmente nos livros e leitores digitais. Ainda assim, alguns analistas já colocaram em causa esta fusão, questionando se se estão a repeitar as regras da competitividade» («Editoras anunciam fusão», Diário de Notícias, 30.10.2012, p. 49).

      Sobre «colocar em causa» está, ao que me parece, tudo dito. Resta-nos esperar que lhes passe. Nunca tinha ouvido falar dessas «regras da competitividade»...

 

[Texto 2270]

2 comentários

Comentar post