Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Tradução: «cecina»

Agora é presunto

 

 

      «Hoje é dia de falarmos de um novo produto que, sendo conhecido em Espanha, é inédito por cá: presunto de carne de vaca. Em Espanha, chama-se cecina» («Um presunto de vaca», Edgardo Pacheco, revista «Domingo», Correio da Manhã, n.º 12 551, p. 56). Nem itálico nem aspas, nada. Cecina. Segundo o Dicionário da Real Academia Espanhola, é a «carne salada, enjuta y seca al aire, al sol o al humo». O termo poderá vir de um hipotético siccīna, «carne seca», de sĭccus, «seco» em latim. Aqui já falámos de presunto de cabra e de ovelha. E talvez tenhamos de voltar a pedir: redija-se outra definição.

 

[Texto 2479]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.