«Móveis de assinatura»

Pobres leitores

 

 

      «Segundo apurou a secção de burlas da Polícia Judiciária, o antigo bancário investiu e lavou os mais de 900 mil euros que desviou dos seus clientes de várias formas: saldou empréstimos bancários, adquiriu várias casas pelo país, uma delas em Aveiro e outra em Lisboa, comprou vários quadros valiosos, joias, móveis de assinatura» («Jovem bancário desviou um milhão de euros», Rute Coelho, Diário de Notícias, 22.03.2013, p. 19).

      Isto vem forçosamente de outra língua, e não, decerto, do tagalo, antes do inglês, talvez, mas agora nem quero saber.

 

[Texto 2707]

Helder Guégués às 18:45 | favorito
Etiquetas: