Mais inglês desnecessário

Mais inglesias bacocas

 

 

      «O esquema do personal financial advisor foi descoberto pelo próprio banco onde trabalhava até finais de 2011. A instituição bancária apresentou queixa crime e o casal burlado também» («Jovem bancário desviou um milhão de euros», Rute Coelho, Diário de Notícias, 22.03.2013, p. 19).

      Em todo o artigo se fala do gestor de conta, mas aqui o apelo do inglês foi muito mais forte. E lá está a «queixa crime» como Montexto quer — desornada do seu hífen (ver aqui).

 

[Texto 2710]

Helder Guégués às 06:00 | favorito
Etiquetas: