Como se escreve nos jornais

Lapso significante

 

      E agora que leio aqui num texto que um juiz soubera de certo facto por inconfidência de pessoas da família ligadas a um inspector da PIDE, lembrei-me deste lapso (espero que o seja, e não convicção): «Mesmo assim, e cometo uma insignificante confidência, há uns dias confundiu o número de telefone e ouvi-a elencar o trabalho que ainda queria que o pintor fizesse em casa» («Conversa com limonada», João Céu e Silva, Diário de Notícias, 7.07.2011, p. 29). Só prova que o jornalista é humano como nós e erra? Erro! Prova que não há revisão no jornal. Prova que só um par de olhos, os do próprio autor, viu o texto. Num jornal, não pode ser.  

 

 

[Texto 274]

Helder Guégués às 10:17 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: