«Discordar de/concordar com»

E por erros estapafúrdios...

 

 

      «Atenção que não me estou a referir aqui a diferenças políticas, desentendimentos ideológicos ou divergências quanto ao zeitgeist. Qualquer um de nós é capaz de reconhecer inteligência em pessoas com as quais discorda profundamente. Do que eu falo é de uma outra coisa — é de gente que acumula os erros mais estapafúrdios, oferecendo o flanco para ser parodiada por qualquer indígena (eu incluído)» («A primavera do PS e o gonçalvismo do PSD», João Miguel Tavares, Público, 5.04.2013, p. 53).

      O verbo «discordar» rege a preposição «de»: discordar de. O verbo «concordar» é que pede a preposição «com»: concordar com.

 

[Texto 2742]

Helder Guégués às 14:56 | comentar | favorito
Etiquetas: