Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Combustível naval»

Agrícola, florestal, naval...

 

 

      «A Ecoslops Portugal, empresa com sede em França, está a construir no porto de Sines uma fábrica para produzir combustível naval a partir dos óleos residuais recolhidos nos navios de carga, aproveitando material que atualmente é incinerado» («Resíduos dos navios transformados em combustível naval», Diário de Notícias, 19.05.2013, p. 33).

      Não sabia que havia combustível naval. Enfim, acho sempre curioso o uso de adjectivos nestes casos. Só conhecia o «gasóleo agrícola», que, na verdade, se destina a maquinaria usada na agricultura, na floresta e nas embarcações, ou pelo menos em algumas, e só difere do outro na cor e por ter um aditivo. Mas este «combustível naval» é diferente.

 

[Texto 2860]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.