Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Da próclise

Alguém me está a ler?

 

 

      «Alertada a Polícia Judiciária, que já estava a investigar os suspeitos, deteve o grupo. Todos sos [sic] suspeitos encontram-se em prisão preventiva» («Funcionário da alfândega ajudava rede de tráfico», Carlos Rodrigues Lima, Diário de Notícias, 19.05.2013, p. 21).

      Na oralidade, passava; num artigo, não. O jornalista não sabe acaso que alguns indefinidos, como todos, tudo, outro, qualquer, alguém, atraem a próclise, ou seja, exigem que se anteponha o pronome ao verbo? Tudo isto é sabido, mas convém relembrar sempre.

 

 [Texto 2862] 

1 comentário

Comentar post