Sobre «fura-vidas»

Tara, exagero

 

 

      «A atracção que [Tara] Brach gera em Washington tem razão de ser: ela é uma fura-vidas de Tipo A» («A voz tranquila da guru da meditação», Michelle Boorstein, «2»/Público, 9.06.2013, p. 37).

      Na definição do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, fura-vidas é a «pessoa empreendedora e activa que não olha a meios para conseguir o que quer». Não me parece. Acho mais acertada a definição, à primeira vista igual, do Dicionário Houaiss, que diz que é a «pessoa activa que por todos os meios procura obter vantagens e servir os seus interesses».

 

 [Texto 2948]

Helder Guégués às 15:19 | favorito
Etiquetas: