«A partir do Brasil»!

Partir-se a rir

 

 

      «Há, pelas canções, também amores inconscientes, atracções que ninguém consegue explicar de maneira óbvia. A jovem cantora brasileira Thaís Gulin, que por cá cantou em Maio (em Lisboa, Porto e Coimbra), integrou no seu reportório uma canção americana: Little boxes. A explicação para tal escolha, dada pelo telefone a partir do Brasil, antes do espectáculo, foi esta» («Músicas dentro do nosso sono», Nuno Pacheco, «2»/Público, 9.06.2013, p. 40).

      Os cc e os pp estão todos no sítio certo, mas, apesar de se tratar de música, há nítida falta de ouvido. «A partir do Brasil»? É só uma variação jornalística — a outra é «desde», «desde o Brasil» — de uma língua outrora conhecida como português.

 

 [Texto 2949]

Helder Guégués às 15:21 | favorito
Etiquetas: