«Caubói»?

Agora eu era o herói

 

 

      «Caubói»? «Ao ministro Vítor Gaspar, que mencionou as “condições meteorológicas” como uma das causas do pouco investimento na construção civil e do permanente atraso da recuperação económica, quem deu a melhor resposta foi Clint Eastwood, num velho filme de caubóis chamado O Rebelde do Kansas: “Não me mijem pelas costas abaixo para depois me dizerem que está a chover.”» («O preço da chuva mijona», Rui Tavares, Público, 10.06.2013, p. 48).

      Os Brasileiros é que aportuguesaram cowboy em caubói; nós é cobói que usamos. Já tinha lido numa obra de José Eduardo Agualusa, mas este escritor é angolano. E Rui Tavares não tem a escapatória de dizer que estava a escrever para os Brasileiros, porque, no Brasil, o filme tem o título Josey Wales — O Fora-da-Lei

 

[Texto 2956]

Helder Guégués às 19:10 | comentar | favorito
Etiquetas: