«Ítalo-americano», «ítalo-congolesa»

Não lhes chegou a notícia

 

 

      «A máfia “convence” o patrão de um grande estúdio de Hollywood a dar um papel importante na fita que está a preparar a um cantor italo-americano na mó de baixo, pondo na cama daquele a cabeça ensanguentada do seu cavalo favorito» («O filme que relançou a carreira de Frank Sinatra», Eurico de Barros, Diário de Notícias, 14.06.2013, p. 46).

      «Uma deputada regional da Liga Norte [LN] apelou ontem à violação da ministra da Integração italiana, a italo-congolesa Cécile Kyenge, causando a indignação entre a classe política do país e levando à sua expulsão do partido anti-imigração» («Eleita da Liga Norte apela a “violar” ministra», Eurico de Barros, Diário de Notícias, 14.06.2013, p. 27).

 

[Texto 2973]

Helder Guégués às 09:44 | favorito