«Quando muito»

Posso continuar a repetir-me

 

      «Para melhor observar o fenómeno, basta abrir os olhos, não há nenhuma dica especial. “Aliás, nem é recomendável observar a lua cheia com telescópio, porque fica demasiado brilhante e encandeia quem observa. Como esta até será mais brilhante do que o normal, é recomendável não observar com telescópio. Quanto muito, podem observar com binóculos”, avisa Ricardo Reis [do CAUP, Centro de Astrofísica da Universidade do Porto]» («Céu oferece uma super-lua cheia em noite de festa de São João», Andrea Cunha Freitas, Público, 22.06.2013, p. 31).

      Já vimos mais de uma vez que está errado, só pode ser confusão. É uma expressão quantitativa e escreve-se quando muito, ou seja, «no máximo». 


[Texto 3005]

Helder Guégués às 16:21 | favorito
Etiquetas: