Tradução: «hype»

O meu euro

 

 

     «Bird [director do Media Monitoring Africa] acrescentou que “o hype” em torno de Mandela não permite comparações com Thatcher, “a comparação é entre Mandela e a princesa Diana, e nesse caso houve a cobertura foi frenética [sic]. Naquela altura viram-se rumores semelhantes, não sobre a saúde de Diana mas sobre a forma como ela morreu”» («Obama dispensa “momento fotográfico” com Nelson Mandela», Diogo Vaz Pinto, i, 29.06.2013, p. 34).

      Para Diogo Vaz Pinto, está visto, o termo inglês «hype» é intraduzível. Inadmissível, é o que é. Tem de ser o leitor a completar o trabalho.

 

[Texto 3030]

Helder Guégués às 23:35 | favorito
Etiquetas: