Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Léxico: «chega»

Chega!

 

 

      Ontem, no Jornal da Tarde, vi uma reportagem sobre chegas de bois de raça barrosã (com mais de 1000 kg!) em Montalegre. A entrada custava 10 euros, e o prémio para o dono do vencedor foi de 750 euros. Tudo ficou resolvido em 2 minutos. Dantes, a chega era a luta entre bois do povo, isto é, sementais, bois reprodutores que pertenciam a toda a aldeia. Pois acontece que a palavra «chega», nesta acepção, não está em todos os dicionários. Não está, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Às tantas, até nos dicionários de galego se encontra, pois os galegos arraianos com o Barroso, os de Randin, Muínos, Baltar, também tinham antigamente chegas de bois. Não é assim, Fernando Venâncio?

 

  [Texto 3174]

6 comentários

Comentar post