Léxico: «hipertelia»

E também este

 

 

      «O mundo em que vivemos entrou num regime de manifestação hipertélica de onde só sairá por interrupção catastrófica. A hipertelia é uma lógica coerciva que impele qualquer coisa para além dos seus próprios fins, anulando os seus objectivos primeiros e instituindo um conflito interno, uma espécie de silencioso dilema que não pode ser resolvido e só pode prosseguir na sua via fatal» («Os conflitos da liberdade de expressão», António Guerreiro, «Ípsilon»/Público, 30.08.2013, p. 24).

    Também estes não os encontramos em muitos dicionários. Esta acepção, concretamente, não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, que apenas regista um sentido. Basta ver que o Aulete regista quatro acepções, e nenhuma coincide com a registada pelo dicionário da Porto Editora. Neste caso, hipertelia é, segundo o Aulete, a «situação, e sua lógica intrínseca, que determina o movimento de um sistema para além de sua finalidade racional [Termo criado por Baudrillard]».

 

  [Texto 3254]

Helder Guégués às 08:55 | favorito
Etiquetas: