Ortografia: «megaespaço»

Sem esperança de mudança

 

 

      «Os fundadores dos Yotel foram beber à primeira classe da aviação, mas também ao Japão, claro. Agora, preparam-se finalmente para encetar operações na Ásia com um mega-espaço em Singapura, cujas 600 cabines devem abrir em 2018» («Dormir no aeroporto? Num sarcófago, se faz favor», Joana Amaral Cardoso, «Fugas»/Público, 21.09.2013, p. 21).

      Ortografia não é com eles, e especialmente se envolve elementos de formação de palavras. E a existência da analogia escapa-lhes completamente, claro está. E diz-se «os Yotels», sem qualquer dúvida.

 

  [Texto 3305]

Helder Guégués às 07:39 | favorito
Etiquetas: