Tradução: «shutdown»

Paralisados, do pescoço para cima

 

 

      «O primeiro shutdown do Governo norte-americano em quase 20 anos – o último foi repartido entre o final de 1995 e o início de 1996, duarante a presidência de Bill Clinton – tem as consequências óbvias da falta de dinheiro para pagar ordenados e do impacto no turismo devido ao encerramento de museus e parques nacionais, por exemplo» («O shutdown deixou funcionários sem ordenado e congressistas sem sopa», Alexandre Martins, Público, 3.10.2013, p. 28).

      Não compreendo: shutdown para aqui, shutdown para ali, até no título, quando num dos parágrafos se usa um equivalente possível: «Mas a paralisação do Governo norte-americano pode durar semanas, e quem fica semanas sem receber o ordenado por causa de um debate no Congresso que correu mal pode não ter o sentido de humor no menu preferido.» Na semana passada, foi com filibuster que nos bombardearam. Não nos dão descanso.

 

  [Texto 3351] 

Helder Guégués às 10:02 | comentar | favorito
Etiquetas: