Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Infinitivo

Área crítica da língua

 

 

      «Líderes europeus sob pressão para arranjar uma saída para a crise» (João Francisco Guerreiro, Diário de Notícias, 21.07.2011, p. 4).

      O sujeito não está claríssimo? Nestes casos não é obrigatório flexionar o infinitivo? Ou, porque se trata de uma construção indirecta, com preposição, não se pode flexionar o infinitivo? Terceira regra: na dúvida, não se flexiona o verbo.

 

 

[Texto 337]

2 comentários

Comentar post