«Rádio de palavra»

Talvez seja melhor de música

 

 

      «Entre as rádios de palavra, a Antena 1, do Estado, e a TSF, da Controlinveste (grupo a que pertence o DN), mantiveram as suas posições relativas e comportamentos semelhantes, ambas subindo em relação ao período homólogo (+1,1 pontos percentuais) e caindo na comparação com vaga anterior (-0,3 pp, a TSF, e -0,4, a Antena 1)» («Comercial reforça liderança e TSF cresce no verão», N. A., Diário de Notícias, 16.10.2013, p. 51).

      Rádios de palavra, pois é — só é pena que na maioria do tempo sejam palavras sobre o futebol, essa doença nacional.

 

  [Texto 3407]

Helder Guégués às 09:43 | favorito
Etiquetas: