O defunto verbo «pôr»

Não apenas os jornalistas

 

 

      «Segundo o médico Filipe Gomes, o novo protocolo compreende uma cláusula que “coloca em causa a autonomia pedagógica da direção do MIM [Mestrado Integrado em Medicina da Universidade do Algarve], de forma inaceitável”» («Demissão ameaça curso de Medicina», Diário de Notícias, 22.10.2013, p. 21).

 

  [Texto 3416]

Helder Guégués às 07:49 | comentar | favorito
Etiquetas: