Tradução: «decisione interlocutoria»

Para quem é

 

 

      «Assim, tendo em conta a atual controvérsia na Alemanha, foi uma decisão moderada», disse o jornalista italiano Iacopo Scaramuzzi a propósito da suspensão do bispo de Limburgo, Franz-Peter Tebartz-van Elst, que gastou 31 milhões de euros em obras na residência episcopal. Quer dizer, não disse exactamente aquilo, até porque não há-de saber falar português. Era o que se lia nas legendas do Telejornal de ontem, numa peça de Rita Marrafa de Carvalho. «È una decisione interlocutoria», é o que Scaramuzzi disse, o que é diferente. No ordenamento jurídico português também temos decisões interlocutórias, que são os actos processuais praticados pelo juiz, quando decide uma questão incidental sem dar solução final à lide proposta em juízo. Se o tradutor não tinha de se ater aos estritos termos jurídicos (não nos podemos esquecer que mais de 10 % dos portugueses são analfabetos, e são estes que vêem televisão, até porque não podem andar a perder tempo com o Facebook), também não podia desviar-se assim tanto. Há alternativas.

 

  [Texto 3429]

Helder Guégués às 11:28 | comentar | favorito
Etiquetas: