«Verãos», um plural pouco visto

Coincidências

 

 

      Coincidência espantosa: depois de ter passado uma vida sem ver o plural «Verãos», esta semana vi-o em duas traduções. Até ao início desta semana, só conhecia Verões. Agora, porém, já sei que Rui de Pina, Garcia de Resende e outros autores — mesmo contemporâneos nossos, como Fernando Campos — usaram aquele plural. E, assim, confere com aquela ideia de Ana Paula Silva, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), de que, «quando a terminação espanhola for –ano (cidadão-ciudadanos; cristão-cristiano; irmão-hermano; mão-mano), a palavra portuguesa terá seu plural com –ãos».

 

  [Texto 3451]

Helder Guégués às 05:39 | favorito
Etiquetas: