Sobre «sereia», de novo

Mais um r, e metia endoscopia

 

 

      De manhã, enquanto esperava que a minha tivesse aula de mandarim, estive no Farol de Santa Marta. Mesmo no exterior, estão expostas algumas peças que se usam ou usaram nos faróis, e entre elas uma sereia eléctrica. É assim que se lê na cartela. Sereia — não sirene. Não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora nem em muitos outros. Registam, porém, «nefoscópio», um instrumento que serve para determinar a direcção e a velocidade das nuvens em movimento, que também lá está em exposição.

 

  [Texto 3486]

Helder Guégués às 14:56 | comentar | favorito
Etiquetas: