Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Rapel/“rappel”»

Não ouviu

 

 

      «“Quero que desçam em rapel”, grita o antigo fuzileiro[,] que exige aos homens que comanda disciplina e treino, muito treino em ambiente hostil, para que as missões de salvamento decorram com segurança para vítimas e operacionais. [...] A capacidade física e o gosto pelo desporto, sobretudo o “mais radical” (esqui, rappel, escalada), são ingredientes fundamentais para integrar esta equipa» («Na serra manda o tempo e a GNR», Luís Fontes, Diário de Notícias, 12.11.2013, p. 28).

      O antigo fuzileiro gritou, mas nem assim o jornalista Luís Fontes ouviu. É verdade que o sargento-ajudante estava no cimo do Cântaro Magro, na serra da Estrela.

 

  [Texto 3507]

1 comentário

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.