Tradução: «Turkish delight»

São só delícias turcas

 

 

      «Ali depressa desapareceram, encobertos por papel de desenho, papel para a máquina de escrever, cigarros, turkish delight, etc., e definharam na escuridão – esquecidos, fora da vista, mas, é preciso que se diga, não inodoros» (Na Síria. Conta-me cá como Vives, Agatha Christie Mallowan. Tradução de Margarida Periquito. Lisboa: Tinta-da-China, 2010, p. 170).

      O uso da expressão em inglês exigiu uma nota de rodapé: «Turkish delight (delícia turca): pequenos cubos gelatinosos, aromatizados com essências florais e cobertos de açúcar.» Escusadamente: era preciso estar noutra língua que não em inglês para se ter de manter. Se está na mesma língua, traduz-se: «As minhas colegas ensinaram-me algumas palavras – raha (delícia turca) e biscotte (biscoitos), que costumavam comprar para o lanche da manhã e com os quais faziam sanduíches» (Casei com Um Beduíno, Marguerite van Geldermalsen. Tradução de Sónia Oliveira. Alfragide: Edições Asa II, 2013, p. 221).

 

  [Texto 3804] 

Helder Guégués às 07:25 | comentar | favorito
Etiquetas: