Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Com hífen e sem hífen

Ora vejamos

 

      Hoje à tarde falei com um médico-cirurgião geral. De trato lhano, muito terra-a-terra, e sempre de gargalhada pronta. (Costuma ser pior com semialfabetizados.) Se se escreve «médico-cirurgião», há-de escrever-se «médico-cirurgião geral», não? Contudo, não é o que habitualmente se usa. Aquele, como outros, apresenta-se como «médico especialista em Cirurgia Geral há mais de vinte anos». Há alguma diferença, caro R. A.? No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, encontramos tão-só médico-cirurgião, cirurgião-dentista e cirurgião plástico. Pois, e os outros ficam de fora? Não há também o cirurgião torácico? O cirurgião-urologista? O...

 

[Texto 8065]

Cognome ou atributo?

Ainda bem que pergunta

 

      Robin dos Bosques, mas Reginald Front-de-Bœuf? Não pode ser; mas avançámos um pouco, pois muitos já se tinham esquecido de que para nós sempre foi Robin dos Bosques, e não Robin Hood. Tem de ser, então, Reginaldo Cabeça de Boi. Por vezes, não sei porquê, também se vê o cognome com hífenes. O cognome... mas será mesmo cognome, ou é atributo? Já Ricardo Coração de Leão nunca vi com hífenes, e não é exactamente igual? E então, cognome ou atributo?

 

[Texto 7841]