Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Tradução: «black rot»

Não pode ser

 

      Ainda que seja uma doença das videiras originária dos EUA, não vejo porque se tem de usar obrigatoriamente a designação inglesa black rot, que até em documentos do Ministério da Agricultura se usa. Ora se também tem, entre nós, a designação de doença do fogo ou podridão negra, não há razão para empregarmos o nome inglês. É isto que os tradutores têm de ter em conta.

 

[Texto 6174]

Sobre «geocaching»

Geocaching, geocacher, geocaches...

 

      «O geocaching, ou caça ao tesouro, está a ganhar adeptos em Portugal. E estima-se que existam 30 mil praticantes activos. Mas trata-se de “uma aventura” que não deve ser praticada sem companhia.

   Segundo explicou à 
agência Lusa Pedro Santos, geocacher desde 2008 e um dos administradores do Geopt.org, site que se dedica ao geocaching, o mais importante nesta actividade é “cumprir 
as regras de segurança” e as pessoas “não se aventurarem sozinhas”. O site geocaching.com
 diz que existem 2.684.108 geocaches (“tesouros”) activas em todo o mundo e mais de seis milhões de geocachers (“caçadores de tesouros”)» («O geocaching é uma aventura com riscos», Público, 4.08.2015, p. 5).

     Parece uma brincadeira de crianças. Perigosa também, decerto. Basta estar, como está, inçada de termos ingleses para ter logo milhares de adeptos portugueses.

 

[Texto 6122]