15
Jul 19

Léxico: «pestoso»

Todos erram nisto

 

      «Mercê das medidas sanitárias adotadas a epidemia circunscreveu-se ao Porto, onde se registaram 320 casos, dos quais 112 terminaram com a morte. Dos médicos portugueses foram contagiados Câmara Pestana, Balbino Rego e Carlos França. Os dois últimos conseguiram resistir à infeção pestosa, mas Câmara Pestana, infetado durante uma autópsia, morreu estoicamente a 15-11-1899, apenas com 36 anos» (Nobreza de Portugal. Os Reis, Afonso Zúquete (coord.). Lisboa: Expresso/Alêtheia, 2018, p. 109).

      Todos os dicionários, pelo que vi, dizem que pestoso significa «que ou aquele que sofre de peste», mas esquecem-se de uma acepção mais geral — «relativo a peste». É precisamente esta acepção que temos ali mais acima.

 

[Texto 11 780]

Helder Guégués às 23:56 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «automoção»

Nós é que não podemos fingir

 

      Outra palavra que os lexicógrafos fingem que não existe é automoção. Sim, com o, não «automação», esta toda a gente conhece. Então, expliquem-me lá: como traduzem o castelhano automoción? E até existe uma acepção mais geral: «Folheando o livro de Malraux. Como este homem se defende! Mas inexoravelmente a velhice corroeu-lhe as articulações da inteligência e da sensibilidade. Sente-se sobretudo que entrou em automoção. Não é uma ideia de fora, uma realidade nova que o move: move-o a ideia que já tinha» (Conta-Corrente: 1969-1976, Vergílio Ferreira. Lisboa: Livraria Bertrand, 1981, p. 377). (Um inglês bêbado — e isto nem sempre é redundante — diria que significa «having s-x in an automobile».)

 

[Texto 11 779]

Helder Guégués às 22:49 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «caixão»

Só para engenheiros?

 

      «O navio-tanque tinha 280 metros de comprimento e, na altura de iniciar o movimento de pré-rotação essencial para acostagem na posição de aproado ao mar, a visibilidade seria praticamente nula. “Sozinho, sem auxílio de rebocadores, o navio fez uma rotação lenta para estibordo, ultrapassou uma bóia de sinalização encoberta por nevoeiro e, de repente, embateu com o casco em caixões afundados do cais, rasgando os tanques números 1 e 4”, prossegue a reportagem do Expresso» («Foi há 30 anos que uma maré negra cobriu a costa alentejana», Carlos Dias, Público, 15.07.2019, p. 17).

      Sim, caixões, caixões celulares de betão armado, uma das formas das estruturas dos molhes. Esta acepção de caixão não está nos nossos dicionários.

 

[Texto 11 778]

Helder Guégués às 22:21 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «teleoperador»

Olha que estranho

 

      Faz-me muita espécie que o dicionário da Porto Editora não registe teleoperador, mas, por outro lado, acolha — e sem sequer o grafar em itálico — call center (e também call girl, com o mesmo tratamento). Já por aí corre, desnecessariamente, até porque é um mostrengo, «callcentrista». Apre!

 

[Texto 11 777]

Helder Guégués às 22:17 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «zebuíno»

Um adjectivo faz sempre falta

 

      «Agora, durante a análise aos 67 genomas, confirmou-se (embora existam outras hipóteses) que as duas subespécies de gado bovino — o gado taurino e o gado zebuíno (ou zebu) — têm dois centros de domesticação diferentes» («Uma viagem genética pela origem das vacas domésticas», Teresa Sofia Serafim, Público, 15.07.2019, p. 24).

 

[Texto 11 776]

Helder Guégués às 22:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «germinador»

Já foi

 

      «A produção demora cerca de três meses, entre a colocação das sementes nos germinadores e o transplante para vasos, colheita e secagem» («Rede chinesa usa escravo para cultivar droga», Alexandre Panda, Jornal de Notícias, 15.07.2019, p. 13).

      Há-os de vários tamanhos e materiais, ou seja, ao contrário do que se lê nos nossos dicionários, germinador não é apenas adjectivo, «que faz germinar».

 

[Texto 11 775]

Helder Guégués às 22:13 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
14
Jul 19

Léxico: «radiotelefone»

Isso não funciona

 

      «E o presidente americano Richard Nixon fez a mais importante chamada da sua vida para os homens que estavam na Lua, através de um radiotelefone» («O homem pisou a Lua há 50 anos», Sara Dias Oliveira, «Notícias Magazine»/Jornal de Notícias, 14.07.2019, p. 34).

      Se um radiotelefone fosse como está na definição do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, tal seria impossível: «aparelho receptor na transmissão da palavra pela radiotelefonia».

 

[Texto 11 774]

Helder Guégués às 17:55 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «tubarão-galha-preta»

Não temos

 

      «Enviou a amostra para os cientistas do Florida Program for Shark Research e descobriu: era um dente de um tubarão-galha-preta» («Dente de tubarão 25 anos no pé», Filomena Abreu, «Notícias Magazine»/Jornal de Notícias, 14.07.2019, p. 28).

    Um dente de tubarão-galha-preta (Carcharhinus limbatus Müller & Henle, 1839) vinte e cinco anos espetado num pé...

 

[Texto 11 773]

Helder Guégués às 17:42 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,