Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Bejecas e brejas

Não muito diferentes

 

      «O Ministério Público, o governo e as principais cervejarias do país anunciaram ontem um acordo para informar no rótulo das cervejas todos os ingredientes que compõem a bebida. Com isso, o consumidor saberá, de verdade, se aquela “breja” é mesmo puro malte ou se leva arroz, milho e outros cereais» («Cervejas trarão no rótulo se têm arroz, milho etc.», Metro São Paulo, 10.10.2018, p. 10).

      Nós temos o calão bejeca; no Brasil, ou pelo menos em alguns Estados, o termo correspondente, também do calão, é breja. Não muito diferentes.

 

[Texto 10 086]

«Fisiologismo»

Um brasileirismo

 

      «“Muitos partidos pequenos e médios se esforçaram para atingir a cláusula de barreira – votação mínima que garantirá o recebimento de fundo partidário – e acabaram ganhando força. Será um Congresso mais fisiológico e, a julgar pelas legendas, mais conservador”, analisa Emerson Cervi, da UFPR» («Câmara deverá subir fisiologismo», Metro São Paulo, 8.10.2018, p. 7). Ai que Sacconi se esqueceu de fisiologismo, que vergonha! Salva-nos o Aulete: «Bras. Pej. Pol. Prática (de certos políticos, funcionários públicos etc.) que se caracteriza pela busca de vantagens pessoais em detrimento do interesse público.»

 

[Texto 10 065]