Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

«Mostrei serem inadmissíveis»

Vamos desenterrá-la

 

     É só para saberem que esta construção, hoje em dia pouco usada, está correcta: «De facto, esta base deita abaixo três acentos que eu, na Revista de Portugal (n.º 9) e no livro A Bem da Língua Portuguesa (págs. 53-54), mostrei serem inadmissíveis: deixa de marcar-se a acentuação a acerca, ave (ave-maria) e salve (salve-rainha, etc.). Muito bem!» (Estudos Críticos de Língua Portuguesa: As Bases da Ortografia Luso-Brasileira, Vasco Botelho de Amaral. Lisboa: Livraria Bernardo, 1948], p. 42).

 

[Texto 15 155]

«Quer-la?»

Caso a encontrem

 

      Saibam que está certo: «SHANNON: A chave do autocarro está no meu bolso. (Bate no bolso com fúria.) Aqui, aqui mesmo, no meu bolso! Quer-la? Experimenta tirá-la, meu gorducho!» (A Noite da Iguana, Tennessee Williams. Tradução de Idalina S. N. Pina Amaro. Colecção «Os livros das três abelhas». Lisboa: Publicações Europa-América, 1965, p. 79). Para a maioria dos brasileiros, isto é chinês.

 

[Texto 15 141]