Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «tapa-cu»

Não são aparentados

 

      Temos tapa-cu, nome de várias aves, que não é o tapaculo que a Porto Editora regista, pertencente à família dos Rinocriptídeos. Estranhamente, só dicionarizou este último. Era sugestivo que os cinorródos, os pseudofrutos da chamada roseira-brava, também se chamassem — como em castelhano — tapa-cus, porque são adstringentes, e graças a eles, os animais não morrem de diarreia, têm ali um tampão, mas não é assim. O nosso tapa-cu é o nome de várias aves da América do Sul, algumas delas também do Brasil.

 

[Texto 17 682]

Definição: «ilha»

Muito típico do Porto

 

      «Está feito o diagnóstico: contam-se 957 ilhas no Porto e metade está condenada ao desaparecimento» («Metade das 957 ilhas do Porto condenada ao desaparecimento», Adriana Castro, Jornal de Notícias, 5.02.2023, p. 20). A muito completa definição de ilha, nesta acepção, no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora mais completa ficaria se nela se indicasse o número — verdadeiramente impressionante — de ilhas na cidade.

 

[Texto 17 681]