A importância de ser em inglês

Imposições da academia

 

 

   Palavras levam sempre a palavras. Ontem, uma obra mencionava um sacerdote a quem tinha sido imposta a pena de desnaturalização. Hoje, noutra obra, o fenómeno dos «expatriados», jovens profissionais altamente qualificados que trabalham para empresas multinacionais e que normalmente são deslocados em fases iniciais das suas carreiras. Com aspas ou sem aspas, mas alguns autores não ficam satisfeitos, têm de usar gíria anglo-saxónica, ou lá se vai o prestígio tão duramente granjeado, e são então os jovens expats. «A person taking up residency in another country.»

 

[Texto 4402]

Helder Guégués às 19:44 | comentar | favorito
Etiquetas: