«A questão foi recolocada»

Uma espécie de português

 

     «O PÚBLICO perguntou também ao primeiro-ministro se “tinha conhecimento de que o facto de estar colectado como trabalhador independente o obrigava a pagar mensalmente uma contribuição à Segurança Social desde a data em que deixou a Assembleia da República, em Outubro de 1999”. Na primeira resposta, nada foi transmitido sobre esta matéria, razão pela qual a questão foi recolocada. Na nova resposta, lê-se apenas: “Quanto ao mais, o primeiro-ministro já prestou as informações detalhadas que entendeu oportunas.”» («Passos não pagou à Segurança Social durante cinco anos», José António Cerejo, Público, 28.02.2015, p. 3).

    Como se vê, erram e escrevem mal, mas são coerentes: se «colocam questões», «recolocam questões».

 

[Texto 5610]

Helder Guégués às 12:49 | comentar | favorito
Etiquetas: ,