«A sugestão de»?

Eu não a conheço

 

      «É história antiga, a do lagarto da Penha. Mas antes de o bicho entrar em cena diga-se que a Penha, a de França, deve o seu nome a António Simões, santeiro e dourador lisboeta que escapou à justa de morrer em Alcácer-Quibir [sic]. Salvou-o da morte certa Nossa Senhora da Penha, cujo santo nome António invocou nos areais africanos, quando estava à rasca. Mal chegado a Lisboa, e a sugestão de um padre jesuíta, espetou um estandarte com a figura da Senhora num terreno arrabaldino chamado Cabeça de Alperche, que desde a época muçulmana, pelo menos, era lugar de olivais e vinhedos, pomares e hortas» («O lagarto da Penha», António Araújo, Diário de Notícias, 9.09.2018, 6h01).

      Pode ser, neste caso, falha minha, mas não conheço esta sintaxe. Não será confusão com «a conselho de», esta sim legítima? Só conheço «por sugestão de».

 

[Texto 9993]

Helder Guégués às 21:17 | favorito
Etiquetas: ,