Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Acordo Ortográfico repensado

«Talvez tenhamos errado»

 

      «“Talvez tenhamos errado no acordo ortográfico”, declarou o ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, na apresentação do Fólio. Juca Ferreira anunciou que quer realizar no próximo ano,
 no Brasil, um “grande encontro sobre a língua portuguesa”
 onde os protagonistas serão os criadores e não os legisladores. “O fortalecimento da 
língua portuguesa tem nos criadores o epicentro”, afirmou. Quem normaliza tem de vir depois, para construir “as possibilidades de uma ortografia comum, de um sistema comum que permita que a língua portuguesa 
se fortaleça”. Mas “são os criadores que permitem uma base comum da nossa língua”. O modo como o actual acordo ortográfico foi pensado e aplicado nos países lusófonos mereceu mais críticas, embora cautelosas, do governante brasileiro: “Pensámos mais na normatização como epicentro desse processo de cooperação e de fortalecimento da 
língua e talvez tenha havido 
um descuido em relação à construção desse ambiente de cooperação na área da criação”» («Acordo Ortográfio: “Talvez tenhamos errado”», Público, 8.07.2015, p. 30).

 

[Texto 6031]

3 comentários

Comentar post