Adeus, «presidenta»

Com Temer sem temor

 

      O ex-vice decorativo do Brasil, e agora presidente interino, Michel Temer, está a trazer uma nova esperança, quando não aos cidadãos, pelo menos à língua portuguesa. Nas duas ocasiões em que falou publicamente, na posse e na entrevista ao Fantástico, usou a desusada tmese — sê-lo-ia — e uma invulgar dezena de vezes a ênclise — aposentar-se, casaram-se, permita-me, apresentaram-me, dar-se, tornou-se, exerçam-no... —, fazendo-nos esquecer Dilma Rousseff, que falava como qualquer desgraçadinha das favelas.

 

[Texto 6830]

Helder Guégués às 07:07 | favorito
Etiquetas: